Portugal Jazz no Ciclo de Outono

Em Montemor-o-Novo:
Ciclo de Outono arranca com Sexteto "Living Thing"

Tem início no próximo dia 17 de Outubro, em Montemor-o-Novo, mais edição do "Ciclo de Outono", uma organização da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo. De Outubro a Dezembro, em diversos espaços da cidade de Montemor, vão haver iniciativas que vão tornar este Outono uma estação cheia de música.

A primeira iniciativa, como já foi referido, é já dia 17 de Outubro (sexta-feira), pelas 21h30, na Sociedade Carlista. Integrado no Festival Portugal Jazz, teremos em Montemor-o-Novo, o Sexteto "Linving Thing, uma formação liderada pelo reputado saxofonista José Menezes. O sexteto "LIVING THING" denota uma sonoridade própria, onde o Jazz contemporâneo se mistura com a improvisação livre; onde rigor e liberdade se cruzam e complementam numa constante procura de um – raramente atingido - equilíbrio. Desta busca se faz um espectáculo onde músicos e público viajam juntos e juntos descobrem o momento seguinte.

No dia 18 de Outubro, logo pelas 10:00 da manhã, igualmente na "Carlista", os jovens estudantes de música do concelho participarão numa oficina de jazz com o formador José Menezes. O objectivo desta oficina é o de proporcionar uma "porta de entrada" no universo do jazz, tentando expor os participantes às principais características desta música.
Todos os participantes (concerto e workshop) receberão gratuitamente o número 20 da revista jazz.pt, a única publicação exclusivamente dedicada ao jazz em Portugal. No ano em que completa o seu terceiro aniversário, a revista é um dos principais apoios do Portugal Jazz, dando eco ao Festival Itinerante nas suas páginas e contribuindo para a divulgação da cada vez mais excitante cena nacional.

O Portugal Jazz é um festival itinerante que pretende chegar a todos os municípios do Continente, compreendendo três valências fundamentais: concertos, acções pedagógicas e distribuição gratuita de revistas "jazz.pt".

Pretende-se que a passagem do festival por cada município seja satisfatória para aqueles que conhecem e apreciam o Jazz, consolide o crescente interesse dos jovens e do público em geral e desperte a curiosidade dos demais para a música, potenciando a apetência de novos públicos de forma uma estruturante.

Foi também uma preocupação central no planeamento deste projecto torná-lo adequado à realidade financeira da generalidade dos municípios portugueses.
Trata-se, então, de um projecto que abrange uma parte muito significativa da população, fomenta uma aprendizagem que se prolonga no tempo e confere grande mediatismo aos municípios apresentando custos controlados.

Na estrada desde Maio de 2007, o Portugal Jazz percorreu já mais de 35 municípios de Portugal continental, desde Vila Nova de Cerveira até Vila Real de Santo António. Fruto do trabalho desenvolvido e da magnífica recepção pela parte do público dos diferentes municípios, o projecto viu o seu Superior Interesse Cultural reconhecido pelo Ministério da Cultura e conta, desde o início do corrente ano com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República. O Festival Itinerante de Jazz é um projecto apoiado pelo Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes.

Os concertos nocturnos, destinados a um público generalista, foram vistos por mais de 3000 espectadores. No que concerne ao trabalho com o público escolar, o Portugal Jazz já chegou a mais de 2 milhares de crianças e jovens. Divididas em concertos comentados, workshops ou acções didácticas, estas intervenções são desenhadas para formar novos públicos, descodificando a linguagem do jazz, tanto a miúdos quanto a graúdos.


Mais informações em www.cm-montemornovo.pt

Sem comentários: