Musica e alegria das criancas no Ciclo da Primavera em Montemor-o-Novo

O Ciclo da Primavera, uma iniciativa da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, Juntas de Freguesia e Organizações Concelhias, continua a decorrer um pouco por todo o concelho de Montemor-o-Novo.

Em 2009, na 20.ª Edição da iniciativa, pode contar com um programa cultural com muita música, teatro, dança e ilusionismo, sinónimo de qualidade e diversidade.

Não perca as próximas iniciativas do Ciclo da Primavera…todas de entrada livre!

Coro dos Mudos


No próximo sábado, 30 de Maio, pelas 17h00, o grupo musical “Coro dos Mudos”, actua no Pavilhão da Cooperativa das Fazendas do Cortiço. Este grupo revisita músicas tocadas pelos Amigos do Alheio (grupo musical montemorense entretanto extinto), músicas essas que podem ser considerados verdadeiros clássicos da música tradicional portuguesa, como por exemplo: Laurindinha (tradicional), Vira do Minho (tradicional) etc. Revisitam ainda músicas de autores portugueses como José Afonso, Luís Represas, Jorge Palma, Rui Veloso, Sérgio Godinho.

“Fados, baladas e canções” no Ferro da Agulha

Também no dia 30 de Maio, para as 21h00, o Centro Cultural e Desportivo do Ferro da Agulha, recebe Samuel e Fátima Casa Branca com os seus “Fados, Baladas e Canções”. Concerto com o som do piano, guitarra e voz na interpretação de um repertório que vai do fado à música popular portuguesa.

“Barroco-Roll” no Dia da Criança


Integrado no Ciclo da Primavera e no Festival Sementes, mas também no âmbito da programação que irá comemorar o Dia Mundial da Criança, em Montemor-o-Novo, o Azar Teatro (Espanha) apresenta-se no Polidesportivo do Parque Urbano, dia 1 de Junho, pelas 17h00.

Este é um espectáculo em que os actores se deslocam em patins, o que possibilita um ritmo rápido e uma acção muito dinâmica, num encontro entre os exageros do barroco em todo o seu esplendor e os aspectos mais descontraídos da época actual.

Na Corte Real de Sua Majestade formada por uma afectado Ministro, um esforçado Médico Real, um louco Músico da Corte e duas particulares meninas que em companhia do Rei, sentado no seu trono, saem para a rua para estar em contacto com o seu povo. No entanto durante o passeio, torna-se evidente que o Rei sofre de terríveis problemas intestinais que trazem consequências muito previsíveis e que afectam todos os que se encontram perto dele.

Esta Primavera cultural, que nos toca e nos convida a abraçá-la, tem encontro marcado consigo até ao final de Junho...esperamos que aceite o convite.

Entre o azul do céu e a beleza da paisagem,
Em Montemor-o-Novo,
Momentos únicos de Cultura...

Sem comentários: