Notícia - IV BTT por Terras de Lavre - Crédito Agrícola



Realizou-se em Lavre, no passado dia 27 de Junho, a IV edição do BTT “Por Terras de Lavre” Crédito Agrícola, numa organização do Departamento Desportivo da Casa do Povo de Lavre com o apoio do Grupo Crédito Agrícola.

Com um nível elevado de expectativas, face aos sucessos alcançados nas organizações anteriores, a prova deste ano conseguiu ainda superar essas edições com uma participação record de 209 betetistas, distribuídos por dois percursos de 25 e 55km aproximadamente.

Com a recepção a ser feita no Campo da Amoreira, com espaço amplo para estacionamento automóvel, montagem das máquinas e aquecimento, os participantes partiram pouquíssimos minutos depois das 6, denotando-se grande empenho da organização no cumprimento dos horários, iniciando um percurso que passou pelo Vale Porco, Vale da Chama e Vinha das Canas antes do primeiro abastecimento, junto às Casas Novas.

Esta primeira parte, com cerca de 13km, era a mais heterogénea, com variações rápidas entre subidas e descidas e entre amplas vistas e mato mais cerrado. A areia, pontualmente presente por estes caminhos alentejanos, foi o principal obstáculo aos participantes numa tarde em que até o clima ajudou, com uma temperatura amena a rondar os 30ºC e um ventinho lateral a ajudar a refrescar.

Depois da passagem pela herdade das Antas surgiu a divisão entre percursos, com os participantes nos 25kms a dirigirem-se à Vila, enquanto os mais ousados avançaram para o caminho mais longo, que percorreu as herdades dos Arneiros, Vale da Bica, Lobeira, Pedrógão (onde se fez o segundo abastecimento) e Garcia, antes de passar a ribeira de Lavre e a rampa de Santo António, completando-se ambos os percursos no Adro da Igreja Matriz.

As energias foram repostas logo após a meta, onde foram disponibilizados sumos e águas e, após os banhos disponibilizados nos novos balneários do Grupo Desportivo de Lavre, teve lugar o jantar junto à Casa do Povo desta localidade, em cuja ementa constou canja, febras e entremeadas, arroz, salada, batatas, doce e bebidas à descrição.

A avaliação final da prova foi francamente positiva, na opinião dos organizadores, mas também, e em especial, se tivermos em conta o rescaldo feito por diversos participantes nos vários sites da modalidade, que destacam a beleza da histórica Vila de Lavre e das paisagens em seu redor, bem como o elevado nível da organização, como pontos principais para ano após ano continuarem a marcar presença nesta prova.

Sem comentários: