Contos Doutra Hora em Montemor-o-Novo com: António Fontinha



Iniciou-se no passado mês de Setembro, na Biblioteca Municipal Almeida Faria, em Montemor-o-Novo, um novo projecto denominado “Contos doutra hora”. Ao contrário do que tem sido habitual, em Dezembro, os “Contos doutra hora” não terão lugar na última quinta-feira do mês, mas dia 10 de Dezembro. A partir das 21h00, a Biblioteca Municipal de Montemor-o-Novo, vai ser o cenário para mais uma noite para ouvir e contar histórias.


O convidado deste mês dos “Contos doutra hora” é António Fontinha.


António Fontinha nasceu em Lisboa em 1966 e viveu até 1975 no Dundo/Angola. Concluiu o primeiro ano do Curso de Teatro da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa (1986/86), trabalhando como actor em diversas produções até 1995. Três anos antes começara a desenvolver trabalho como contador de estórias no Centro Educativo da Belavista, ao serviço do Chapitô, o que o levou a mudar de percurso. Desde então desenvolve um trabalho continuado em projectos de intervenção social, em escolas e bibliotecas de todo o país, abrindo caminho aos vários contadores que lhe seguiriam. A base do seu repertório são temas da tradição oral portuguesa e, paralelamente à actividade de narrador, tem feito recolha de contos tradicionais por todo o país, tendo algumas delas sido editadas, como os “Contos Populares Portugueses”, pela Câmara Municipal de Palmela, em 1997, e os “Contos que a memória guarda”, pela Câmara Municipal de Alijó, em 2003.


Os “Contos doutra hora”, uma organização da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, estão a trazer até à cidade de Montemor, contadores profissionais de Portugal e não só. Desta forma, uma vez por mês, teremos um contador diferente, com um repertório diferente e uma forma particular de contar histórias. O contador conta para pais, filhos e toda a gente que goste de ouvir histórias ao início da noite.


Para mais informações consulte o blog www.contosdoutrahora.blogspot.com

Sem comentários: