Ciclo da Primavera 17 e 18 de Abril em Montemor o Novo

Música, Contos e Teatro no Ciclo da Primavera 
A 21.ª  edição do Ciclo da Primavera, que está a decorrer no concelho de Montemor-o-Novo até Junho, prossegue com a sua programação no próximo fim-de-semana. As propostas são diversas e de qualidade, indo da música ao teatro!
“Vento Bravo no Noroeste” em São Cristovão


Em São Cristovão a Associação Artística Propositário Azul, apresenta a peça “Vento Bravo no Noroeste”, no próximo sábado, dia 17 de Abril, pelas 21h00, no Grupo União Sport Sancristovense (G.U.S.S.). 
Com texto de Hugo Sovelas, Maria João Miguel e Sónia Neves, e interpretada por Hugo Sovelas e Sónia Neves, esta peça para maiores de 12 anos, passa-se no dia de aniversário de D. Graciete Jardim…
D. Graciete, de 80 anos, arranjou-se, vestiu o seu melhor vestido, comprado há 20 anos. Na porta ao lado está o Sr. Manel Picamilho, de 83 anos. O único que se lembrou do seu aniversário. Manel e Graciete são os últimos habitantes daquela rua. Hoje, Graciete espera um telefonema da Cila, a sua filha mais nova que vive na Suíça. E Manel espera com ela. Esperam, enquanto relembram os tempos passados. Tempos onde trocaram pão com marmelada com sabor a juras de amor eterno – que nunca chegaram a ser feitas… Neste dia de festa, riem, brincam, entristecem e recordam velhas histórias que os reaproximam. Agora, há que aproveitar todos os minutos até que o sopro do Vento Bravo de Noroeste leve um dos dois.

Tê  de Veloso no Ciborro

Ainda no sábado, dia 17 de Abril, pelas 21h00, na Casa de Cultura e Recreio do Ciborro, pode apreciar o espectáculo “Tê de Veloso”. Trata-se de um tributo que não é uma imitação. É uma celebração, uma demonstração de respeito pela obra de dois artistas, que são um só. Porque as palavras de Carlos Tê são indissociáveis da música de Rui Veloso, e vice-versa. “Tê de Veloso” é uma recriação de alguns temas que figuram na história da música portuguesa do final do século XX e do princípio do século XXI, e de outros menos conhecidos, mas não menos brilhantes. Rogério Charraz (voz e guitarra), Enzo d`Aversa (Piano e acordeão), João Roque (guitarras), Luís Pinto (baixo) e João Coelho (Bateria) celebram então Carlos Tê e Rui Veloso!
Coral de S. Domingos no Escoural

No domingo, dia 18 de Abril, pelas 12h00, na Igreja de Santiago do Escoural, tem oportunidade de assistir a um concerto do Coral de S. Domingos. O Coral de S. Domingos, com 23 anos, é constituído por cerca de 55 elementos, jovens na sua grande maioria, todos de Montemor-o-Novo, que dão corpo e voz a uma associação já considerada Instituição de Utilidade Pública. O Coral Montemorense tem no seu currículo digressões à Bélgica, Itália, Espanha, França, Bulgária, Madeira, Polónia, Suíça e Suécia, participando anualmente em dezenas de Encontros de Coros e Festivais um pouco por todo o país. No seu currículo constam 4 cd´s “Da Pacem Domine” (1996), “Mare Fatum Est” (1998), “Viagens” (2001) e “À Margem” (2009). 
Contos de Thomas Bakk nas Silveiras

Também no domingo, 18 de Abril, pelas 17h00, o Centro Cultural de Silveiras é o cenário para um final de tarde preenchido por uma sessão de Contos com Thomas Bakk. Licenciado em Arte Dramática, Thomas Bakk é autor, actor, e contador de histórias. Há muito que se dedica à Narração Oral de contos tradicionais e outros da sua autoria. As histórias são contadas pelo próprio autor que interpreta várias personagens, utilizando o Teatro, a Música e a interacção com o público, numa sessão de contos surpreendente e divertida.  
Com um programa cultural que se prolonga de Março a Junho, esta Primavera cultural, tem encontro marcado consigo...para Momentos únicos de Cultura!

Sem comentários: