Ciclo da Primavera em Ciborro, Cabrela, Lavre e Silveiras

Ciclo da Primavera leva música às Freguesias Rurais

O Ciclo da Primavera, continua a decorrer um pouco por todo o concelho de Montemor-o-Novo. A iniciativa da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, Juntas de Freguesia e Organizações Concelhias, na sua 22.ª Edição, apresenta um programa cultural com muita música, teatro, dança e magia, sinónimo de qualidade e diversidade.
 

No sábado, 14 de Maio, às 21h00, a noite é de fado na Casa de Cultura e Recreio do Ciborro. A fadista Luísa Rocha, que colheu influências de nomes como Beatriz da Conceição, Amália Rodrigues e Fernando Maurício, vive uma fase importante da sua carreira, com a gravação e lançamento do seu primeiro álbum a solo, um trabalho com produção de Custódio Castelo.

Também no sábado, mas às 21h30, os “Amigos do Alheio” estarão no Largo Dr.Pascoal Coelho em Cabrela. Este grupo Montemorense, que nasceu em 1994, após mais de uma década de interregno, retomou de novo o projecto, com sete dos seus elementos originais, tendo como objectivo prosseguir a divulgação da música cantada em português. Neste regresso aos palcos, os Amigos do Alheio apresentam um espectáculo, cujo repertório é bastante variado, abrangendo José Afonso, Trovante, música tradicional e originais.

Igualmente às 21h30, na Casa do Povo de Lavre, a Banda Filarmónica “Simão da Veiga” realiza um Concerto da Primavera. A iniciativa conta também com uma Audição da escola de música da Casa do Povo de Lavre. O Concerto orientado pelo Maestro Fernando Palacino constituído por obras clássicas, ligeiras e populares, escritas expressamente para Banda.
 
No domingo, 15 de Maio, às 17h00, no Centro Cultural de Silveiras, pode apreciar o projecto DuÓ, com o
espectáculo “A Cantiga… ainda é uma arma”. Trata-se de um projecto musical de carácter mais intimista que procura afirmar a actualidade e o espírito da canção de intervenção como uma das referências estruturantes na promoção de valores fundamentais como a liberdade, a solidariedade e a fraternidade. O seu repertório
estrutura-se em torno de canções de autores como José Afonso, José Mário Branco, Fausto, Sérgio Godinho ou Adriano Correia de Oliveira, assim como de poetas como Ary dos Santos ou José Gomes Ferreira.

Sem comentários: