Muita música e Magia - 10, 11 e 12 de Junho 2011 - Ciclo da Primavera

Muita música e Magia - 10, 11 e 12 de Junho - Ciclo da Primavera

Este fim-de-semana entramos no último mês do Ciclo da Primavera. Até ao final de Junho, um pouco por todo o concelho de Montemor-o-Novo, ainda teremos inúmeras iniciativas. Esta iniciativa da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, Juntas de Freguesia e Organizações Concelhias, na sua 22.ª Edição, apresenta um programa cultural com muita música, teatro, dança e magia, sinónimo de qualidade  e diversidade.

“Amigos do Alheio” e “Brass Band” em Lavre

Amigos do Alheio
Brass band

Este fim-de-semana vai ser muito preenchido em Lavre, com iniciativas do Ciclo da Primavera, senão vejamos. Na sexta-feira (feriado), dia 10 de Junho, pelas 22h00, os “Amigos do Alheio” actuam na Praça da República. Os Amigos do Alheio são uma formação que nasceu em 1994 e que manteve uma actividade regular até 1999. Após mais uma década de interregno, retomou de novo o projecto, com sete dos seus elementos originais, com o objectivo de prosseguir a divulgação da música cantada em português. Os Amigos
do Alheio estão assim de regresso aos palcos com um espectáculo, cujo repertório é bastante variado, abrangendo José Afonso, Trovante , música tradicional e originais. No sábado, 11 de Junho, às 17h00, a “Brass Band” protagoniza um concerto na Torre do Relógio. O concerto é orientado pelo Maestro Fernando Palacino e é constituído por obras clássicas, ligeiras e populares, escritas expressamente para este tipo de formação, composto por metais.

Amigos do Alheio e “Canté-Arte” em Cortiçadas de Lavre

Depois de actuarem em Lavre no feriado de 10 de Junho, no dia a seguir, ou seja, sábado, 11 Junho, pelas 21h00, os “Amigos” vão estar na Rua da Liberdade, em Cortiçadas de Lavre. Para os fãs e apreciadores deste conjunto, refira-se que este será o este será o último espectáculo a realizar pela banda no âmbito da edição de 2011 do Ciclo da Primavera. No domingo, 12 de Junho, pelas 20h00, igualmente na Rua da Liberdade Tó-Pê Silva apresenta o espectáculo “Canté-arte”. A música tradicional portuguesa, especialmente a alentejana, bem como a música de intervenção de cantores como José Afonso, Adriano Correia de Oliveira e Fausto, pela voz de Tó Pê, ex-vocalista do grupo montemorense “Porta Aberta”.

Fado com Ana Grilo em St.ª Sofia

É também este sábado, 11 de Junho, às 21h00, que a Antiga Escola Primária de Stª Sofia é cenário para uma noite de fados com Ana Grilo. Ana Grilo é uma jovem fadista montemorense. Presença assídua de muitas noites de fado na zona de Montemor-o-Novo, participou nos casting´s para os Ídolos e Operação Triunfo e no 3º e 4º Encontro de Fados de Almada.

“Roda de Choro de Lisboa” em S. Cristovão


Ainda no sábado, pelas 21h00, no Grupo União Sport Sancristovense, em S.Cristovão, há espectáculo da “Roda de Choro de Lisboa”. A “Roda de Choro de Lisboa” é um quinteto franco-luso-brasileiro que se tem vindo a destacar pelo seu virtuosismo, ritmo e energia contagiantes. Os chorões deste concerto vestem-se a rigor, recriando a imagem do "malandro" carioca, e desenvolvem a sua música no espírito do denominado repertório clássico, mas com ritmos bem portugueses como o corridinho, o fandango, o malhão ou o fado.

Ilusionismo nas Silveiras

Já no domingo, 12 de Junho, às 17h00, António Espanhol realiza o espectáculo “Por um toque de magia”, no Centro Cultural de Silveiras. “Por um toque de magia” é um espectáculo onde a magia da ilusão se cruza com a boa disposição, propondo-lhe uma viagem ao misterioso mundo do ilusionismo onde cada segundo que passa os seus olhos ficarão mais encantados e a sua mente mais confusa com tal rompimento de conceitos e convenções humanas.

Sem comentários: