ENCONTROS COM A POPULAÇÃO - Junta de Freguesia de N.ª Sr.ª da Vila




A Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Vila entende que a democracia não pode ficar entre as quatro paredes do seu edifício-sede, mas deve contar com a participação activa de todos os fregueses que, com o seu contributo, possam fazer da freguesia um lugar cada vez melhor para viver.
Deste modo, e partindo ao encontro das populações da freguesia, a Junta de Freguesia já promoveu reuniões com o Movimento Associativo, cabendo agora ouvir as queixas, as solicitações, as reclamações que a população queira apresentar no sentido de melhorar as opções a tomar no próximo ano
de 2012.



*****************************************

2 de Novembro de 2011 - 20h30 - Salão da Cooperativa CHÉ

3 de Novembro de 2011 - 20h30 - Auditório da Junta de Freguesia

5 de Novembro de 2011- 17h - Associação de Moradores da Pintada

5 de Novembro de 2011 - 15h - Assoc. de Reformados Pensionistas e Idosos de Santa Sofia

6 de Novembro de 2011 - 15h30 - Centro Cultural da Maia

6 de Novembro de 2011 - 17h30 - Centro Cultural do Reguengo de S. Mateus

Exposição Alice Alves - Salão Junta Freguesia São Cristovão


Animação do mercado dia 29 de Outubro - Rancho Folclórico Etnográfico Montemorense

O Mercado Municipal de Montemor continua aos Sábados, entre as 08h00 e as 13h00, com mais bancas e mais diversidade de ofertas, para além de algumas animações musicais.

Neste sábado, 29 de Outubro, pelas 10h30, a animação do mercado está a cargo do Rancho Folclórico Etnográfico Montemorense.

Sendo Montemor-o-Novo uma Região com Património cultural tão rico, deveria ter, quase forçosamente, um grupo Folclórico que fosse recolhendo e preservando todas as tradições locais. Em 1985 surgiu o Rancho Folclórico e Etnográfico Montemorense que iniciou então, um trabalho de recolha de trajes, modas usos e costumes do povo que lhe permite representar o Alentejo e mais propriamente o Concelho com autenticidade. O grupo dedica especial atenção às profissões já extintas ou em vias de extinção, são caso disso exemplos: A Mondadeira, Os Ceifeiros, A Manteeira, O Pastor, O Carreiro, A Águadeira e A Lavadeira.
Assim predominam as cantigas de trabalho e os bailes de roda campaniços, sendo também características as polcas, as mazurcas e os puladinhos.  Baseados num trabalho de pesquisa em que foram utilizadas as mais diversas fontes, com vista a uma fiel reconstituição do modo de vestir, são utilizados os tecidos tradicionais como: a chita, riscado, saragouça, cachemira e o linho na confecção dos trajes. São ainda usados utensílis de trabalho que caracterizam o traje: A foice, o sacho,o malho,o molhe de trigo, a tigela de fogo,a ciranda e o gravato.

Caso aceite o convite de uma ida ao Mercado encontrará também artesanato, livros, chás, presentes, jornais e os habituais produtos frescos que dão vida ao mercado.

O Mercado Municipal de Montemor-o-Novo é um ambiente único de cheiros, cores, convívio e animação!

Compre Local, Venha ao Mercado!

1.10.2011 - Vigília contra o Encerramento das Urgências de Montemor período nocturno


Inauguração Exposição Galeria Municipal - "Uma América" - 29.10.2011

Inauguração Exposição Galeria Municipal
"Uma América" - 29.10.2011

O REGRESSO DOS CONTOS DOUTRA HORA - 27 Out

O REGRESSO DOS CONTOS DOUTRA HORA"
27 DE OUTUBRO 2011 
Biblioteca Municipal de Montemor-o-Novo # 21:30 

E estamos de volta, com mais uma noite quente na Biblioteca Municipal de Montemor-o-Novo.
Partimos agora para o terceiro ano e a melhor forma de começar, é trazer a TIXA (Patrícia Amaral) na ultima Quinta Feira de Outubro às 21:30.
"Conto porque a palavra é redentora. Conto porque os contos viajam de um corpo para o outro e não podemos retê-los em nós!"

Em dois anos de actividade os Contos Doutra Hora trouxeram à cidade de Montemor-o-Novo 24 contadores em 20 noites completamente distintas.
Em nome de toda a equipa que organiza este evento agradeço todo o carinho que nos é retribuído em cada noite. 

mais informações em www.contosdoutrahora.blogspot.com

www.contosdoutrahora.blogspot.com
www.bichodecontos.blogspot.com

X Mostra de Artesanato - Centro Cultural de Cortiçadas de Lavre

X Mostra de Artesanato
Centro Cultural de Cortiçadas de Lavre
29 e 30 de Outubro 2011
Das 14h00 às 20h00

Dia 29 – 16h00
Grupo “Fora d´oras”
Grupo de Hip-Hop da Junta de Freguesia de Cortiçadas de Lavre

Dia 30 - 16h00
Rancho Folclórico Infantil de Cortiçadas de Lavre

Convite Fórum Económico - 2.º Ciclo do Conhecimento


A Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, organiza, o 2.º Ciclo do Conhecimento, no próximo dia 21 de Outubro de 2011, pelas 09h30m, na sede da empresa Soc. Agr. Gabriel Francisco Dias & Irmãs, Lda./Couteiro Mor.
Este 2.º Ciclo do Conhecimento, dedicado ao sector agro-alimentar, tem por objectivo o aumento da competitividade e a dinamização económica do território, originando uma Rede multidisciplinar que permitirá, através da partilha, fomentar e dinamizar a economia concelhia / regional.
Para mais informações e inscrições:       
http://www.cm-montemornovo.pt/pt/conteudos/actividade+municipal/economia+desenvolvimento/2o+Ciclo+do+Conhecimento.htm

informação: Período crítico até 31 de Outubro

Fonte :

José Ribeiro,Comandante Distrital de Évora
Autoridade Nacional de Protecção Civil 


"Venho dar conta da Resolução do Conselho de Ministros que decidiu prorrogar, no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o período crítico até 31 de Outubro:

Foi ontem aprovada em Conselho  de Ministros uma resolução para reforço dos meios de combate aos incêndios, que estabelece a continuidade do DECIF instalado até ao final da fase DELTA (31 de Outubro).
No caso do Distrito de Évora, mantém-se as Equipas de Combate a Incêndios (ECIN) nos municípios de Évora, Montemor-o-Novo e Portel.

Na citada resolução foi ainda decidido prorrogar, no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o período crítico até 31 de Outubro.
Assim, de acordo com as disposições legais em vigor, continuam a ser proibidas nos espaços rurais as seguintes práticas:
-Realização de queimadas, fogueiras para recreio ou lazer ou para confeção de alimentos;
-Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
-Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
-O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
-Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
  -  A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas."

Com os melhores cumprimentos,
José Ribeiro
Comandante Distrital de Évora

"O corredor" - nova criação estreia 20 de Outubro, Montemor-o-Novo

20, 21, 22 e 23 de Outubro às 21h30

Cine-Teatro Curvo Semedo, Montemor-o-Novo

À beira do divórcio e da falência, Arnaldo procura um sentido para a sua vida. Em má altura. O avô morreu, deixou o património da família a saque e as primas reclamam a sua parte. No casarão, repleto de futilidades mais ou menos valiosas, os personagens vagueiam num ímpeto recolector, memórias e culpa andam à solta como num filme de terror, cobrando a sua fatia da herança. A verdade, negada e escondida até ao limite, acaba por brotar na cave, jorrando pela biblioteca, inundando o jardim e a piscina. Arnaldo só deseja chegar ao fim do dia com a dignidade de um ácaro, como aqueles que rastejam no tapete centenário. Não há nada como ser rico, não é?

Um espectáculo sobre o vazio existencial. Um toque de absurdo e dois dedos de surrealismo. Uma comédia sinistra e ferrugenta, que sublima alguns dos mais rasteirinhos valores humanos. Um elogio à pequenez. Um alívio para o público.

FICHA TÉCNICA:
Texto e Encenação: Francisco Campos
Espaço Cénico e Figurinos: Sara M. Graça
Interpretação: Catarina Caetano, Maila Dimas, Susana Nunes e Francisco Campos
Sonoplastia: Ricardo Freitas
Desenho Luz: Nuno Patinho
Imagem: Miguel Rocha

projectoruinas.blogspot.com

Produção Projecto Ruínas em co-produção com a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo
Projecto Financiado por Direcção Geral das Artes | Secretaria de Estado da Cultura

Dia Mundial da Alimentação - Montemor-o-Novo 16.10.2011

Dia Mundial da Alimentação

“A necessidade de bem nutrir”

16 de Outubro de 2011

Programa

10H00 : Encontro na Junta de Freguesia Nossa Sra. Da Vila

10H30: Aula de demonstração “Ginástica para todos” (Colaboração do Ginásio Aquaplace)

14H00: Sessão de abertura
Director do Hospital São João de Deus (Ir. Adelino Manteigas)
Director Clínico do Hospital São João de Deus (Dr. Luís Duarte)
Presidente da Junta de Freguesia Nossa Sra. Da Vila (Dr. António Danado)

14H30: “Mais Saúde à mesa em época de crise”
Carla Godinho (Dietista no Hospital São João de Deus)

15H30: Fruitbreak

16H00: “Hábitos alimentares e Factores Psicológicos, estratégias de mudança”
Filipa Aniceto (Psicóloga Clínica no Hospital São João de Deus)

17H00: “Importância da Actividade Física na Saúde”
Vera Pedro (Prof.ª de Educação Física/Gerente do Ginásio Aquaplace)

18H00: Sessão de Encerramento
Director do Hospital São João de Deus (Ir. Adelino Manteigas)
Presidente da Junta de Freguesia Nossa Sra. Da Vila (Dr. António Danado)

Apresentação Pública Programa Montemor Pedra a Pedra - 17 Outubro - 18h00 - Biblioteca Municipal


Gerir e Poupar Faça contas à vida - Na Biblioteca Municipal Montemor-o-Novo


Exposição "Os nomes e a(s) história(s)" - Maria Veleda - no Arquivo Municipal


Agenda Desportiva Outubro/Novembro 2011

 

Agenda Cultural - Outubro 2011 - CM Montemor-o-Novo



Encontro com População de São Cristovão dia 8/10/11 X


O Presidente da Câmara Municipal estará no Centro
Cultural da Maia, na próxima Sexta-Feira, dia 7 de
Outubro de 2011, entre as 17 e as 19 horas, com o
objectivo de ouvir as suas preocupações, reivindicações,
propostas e sugestões, de forma personalizada.
Será a altura e o momento ideal para que todos os
habitantes da localidade possam colocar as questões e
os assuntos, referentes à área de acção da Câmara
Municipal, que mais desejem ver esclarecidos.
Não perca a oportunidade.

Fonte: Câmara Municipal

Cerâmica de Montemor - Centro Interpretativo do Castelo

“púcaros que nunca são velhos”
Aclamada pela sua frescura, a cerâmica de Montemor possuía várias características que lhe eram inerentes e que atribuíam a sua especificidade, face aos demais centros oleiros da região alentejana, tais como: o cheiro, o aspecto grosseiro e a coloração.
Ao longo dos anos, em Montemor-o-Novo, as escavações arqueológicas desenvolvidas na antiga vila intra-muros, assim como fora do recinto amuralhado têm vindo a revelar alguns exemplares desta antiga técnica oleira montemorense, agora em exposição no Centro Interpretativo do Castelo de Montemor-o-Novo.
Venha conhecer uma técnica tradicional montemorense desaparecida desde o século XVIII.

"Um Objecto, Uma História, Mês a Mês" - Candeias

Estão patentes no Centro Interpretativo do Castelo as seguintes exposições:

Exposição "Um Objecto, Uma História, Mês a Mês" – Candeias (peças expostas no mês de Outubro).
Exposição “Memórias de Monte moor” – Cerâmicas de Montemor “púcaros que nunca são velhos”.  

Visite estas exposições no Centro Interpretativo do Castelo de Montemor-o-Novo e conheça um pouco mais da nossa história.

Relembramos que os objectos expostos, no âmbito  da Exposição "Um Objecto, Uma História, Mês a Mês", estão percorrer os seguintes locais da cidade de Montemor-o-Novo:

- Centro Interpretativo do Castelo: Candeias
- Arquivo Municipal: Prato em faiança       
- Biblioteca Municipal: Cachimbo
- Centro Juvenil: Jarrinha